Auguste Comte – Quem Foi? Biografia, Positivismo, Teorias e Frases


Auguste Comte foi uma importante figura para a filosofia e sociologia na França e no mundo. Sua história é marcada por ser um estudioso e desenvolvedor de teorias importantes para a sociedade atual.

Então, para saber um pouco mais sobre ele, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre Auguste Comte. Vamos lá?!

Quem foi Auguste Comte?

Isidore Auguste Marie François Xavier Comte, ou somente Auguste Comte, nasceu em Montpellier no dia 19 de janeiro de 1798. Faleceu em Paris no dia 5 de setembro de 1857.

Ele era um importante filósofo francês que ficou conhecido como fundador da sociologia e do positivismo. Trabalhou toda a sua vida para criar uma filosofia positiva.


Biografia resumida de Auguste Comte

Foi em Monpellier mesmo que Auguste Comte iniciou os seus estudos ainda no ano de 1814. Ele ingressou no Curso de medicina da Escola Politécnica de Paris por causa de seu grande interesse por ciência. Mais tarde, por causa de suas ideias, ele veio a ser expulso de lá.

Atuou com secretário do conte Henri de Saint-Simon de 1817 a 1824. Ele era um grande nome do socialismo utópico e é dono de importantes fórmulas fundamentais.

No entanto, Auguste Comte rompeu relações com Saint-Simon quando discordou de suas ideias a respeito da relação entre a sociedade e a ciência.

Foto de Auguste Comte

No ano de 1826 Comte sofre um colapso nervoso enquanto trabalhava na criação de sua teoria da filosofia positiva. Supostamente isso aconteceu por causa de problemas conjugais.

Quando conseguiu se recuperar, Auguste Comte iniciou a escrever um curto de filosofia positiva. O nome do mesmo mudou para Sistema de filosofia Positiva em 1848. Esse trabalho tomou 22 anos da sua vida.

Ele também perdeu o emprego de examinador de admissão na Escola Politécnica. Isso ocorreu por que ele criticou a corporação universitária francesa. Com isso, seus admiradores passaram a ajuda-lo, sendo que um deles foi o inglês John Stuart Mill. Nesse mesmo ano ele ainda se separou de Carolie Massin, depois de ficar casado por 17 anos. No ano de 1845 ele se apaixono por Clotilde de Vaux, que faleceu no ano seguinte em decorrência de uma tuberculose.

Entre os anos de 1851 e 1854 ele escreveu o Sistema de politica positiva. Nele, foram expostas algumas das suas principais concepções de mundo não-teológica e não-metafísica. Lá ele propôs uma interpretação muito humana e pura da sociedade, oferecendo ainda soluções para problemas sociais.

Principais teorias

Primeiramente, é preciso lembrar que Comte viveu na época da Revolução Francesa, bem como da Revolução Industrial. Sendo assim, os seus escritos se referem à intensas mudanças sociais, políticas, econômicas, científicas e ideológicas.

Dessa forma, ele notou que os fenômenos sociais deveriam ser percebidos como fenômenos naturais. Isso por que formavam apenas um tipo de realidade teórica.

Assim, ele usa o termo “sociologia” como uma doutrina social que se baseia em princípios científicos. Esses são divididos em 2 campos:

  • Estudos de estatísticas sociais para que seja possível compreender as forças que agem na manutenção da coesão social
  • Dinâmicas sociais em si, para que seja possível estudar as causas dessas mudanças sociais.

Sendo assim, tudo parte do princípio da observação, comparação, experimentação e classificação. A finalidade de Auguste Comte era tudo o que é “positivo”, isso é, o que é real útil certo, orgânico, simpático e relativo.

É daí que surge a sua outra contribuição, que é o Positivismo. Essa é a visão na qual a análise dos fatos abandona a causa dos fenômenos, visto que são observáveis.

No positivismo, era preado um tipo de sociedade na qual o poder espiritual era prevalente. O governo então, estaria responsável por sábios e cientistas.

O novo método tem como característica a observação unida com a imaginação. Ambas, por sua vez, estão sistematizadas com princípios das ciências biológicas e exatas.

A lei dos três estados

A doutrina de Auguste Comte é baseada na Lei dos três estados. Ela representa as fases que são importantes para a evolução humana. Cada uma delas teria suas próprias observações, abstrações e imaginação.

Segundo  o primeiro estágio dessa teoria, a sociedade é regida pela teologia. O segundo estágio é o da metafísica e nele a sociedade já fez uso da ciência, porém ainda não se libertou completamente das abstrações personificadas d estágio anterior. Dessa forma, o segundo estágio é apenas um intermédio entre o primeiro e o último.

Por fim, o terceiro estágio é finalmente o positivo. Nele a ciência já está consciente de si. Baseada no relativismo da ciência, ela não procura apena a causa dos fenômenos, mas também as leis que regem eles.

Principais obras de Auguste ComteImagem da capa do livro Curso de Filosofia Positiva

Durante a sua vida, Auguste Comte produziu muito. Como não poderia ser diferente produziu diversas obras, veja:

  • Curso de Filosofia Positiva
  • Discurso Sobre o Espirito Positivo
  • Uma Visão Geral do Positivismo
  • Religião da Humanidade

Maiores frases de Auguste Comte

Por sua obra e vida, Auguste Comte tem diversas frases célebres. Veja algumas frases importantes do filósofo:

“A moral consiste em fazer prevalecer os instintos simpáticos sobre os impulsos egoístas.”

“A liberdade é o direito de fazer o próprio dever.”

“Não se conhece completamente uma ciência enquanto não se souber da sua história.”

“O progresso não é mais do que o desenvolvimento da ordem”

“Superiores pelo amor, mais dispostas a subordinar a inteligência e a atividade ao sentimento, as mulheres constituem espontaneamente seres intermediários entre a Humanidade e os homens.”

“Viver para os outros é não somente a lei do dever como da felicidade.”

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre Auguste Comte, sua vida, biografia, obras, teorias e frases. Aproveite!