Immanuel Kant – Biografia, Frases, Principais Ideias, Obras


O mundo é feito de milhares de pessoa, no entanto, algumas delas passam e deixam o seu legado para a eternidade. Isso foi exatamente o que fez Immanuel Kant, considerado uma das principais figuras da filosofia moderna.

Então, para saber um pouco mais sobre essa incrível e peculiar figura, continue lendo e descubra tudo o que você precisa saber sobre Immanuel Kant. Vamos lá?!

Quem foi Immanuel Kant?

Immanuel Kant foi um filósofo, nascido na Prússia no ano de 1724. Atualmente ele é considerado o principal filósofo da era moderna. Ele operou na síntese entre o racionalismo continental de René Descartes e Gottfried Wilhelm Leibniz e a tradição inglesa empírica de John Locke, David Hume ou George Berkeley.

Biografia de Immanuel Kant

Immanuel Kant nasceu em Königsberg, localizado no reino da Prússia, onde ele viveu e morreu. Ele era o quarto filho, entre 9 irmãos e seu pai era um artesão que fabricava correias para carroças.


Sua família era luterana e ele recebeu uma educação austera na escola que ele só frequentou por causa da intervenção de um pastor. Com o tempo, no entanto, ele foi se tornando cético a respeito da religião, embora acreditasse em Deus.

Em sua adolescência ele foi um bom estudante, mas não era espetacular, Preferia jogar bilhar a estudar. Ele acreditava que não era possível ter uma direção na vida antes dos 39 anos.

Ele foi um professor universitário muito competente, mas nada daquilo que fez antes dos 50 anos lhe proporcionou a reputação que tem. Teve uma vida regulada, nunca saiu da Prússia e pouquíssimas vezes deixou a sua cidade natal.

Ele era considerado uma pessoa bastante sociável e gostava de receber seus convidados para jantar, apesar da reputação que tinha. Ele insistia que ter companhia era algo bom para a sua constituição física.

Foi só com 46 anos que Kant conheceu a obra do filósofo escocês David Hume. Com isso, ele sentiu uma grande inquietude. Acreditava que os argumentos de Hume eram irrefutáveis, mas que as conclusões eram inaceitáveis.Immanuel Kant

Immanuel Kant passou 10 anos sem fazer uma publicação até que em 1781 ele publicou “Critica da Razão Pura”. Esse é um dos livros mais influentes da filosofia moderna. É nesse livro que ele desenvolve a noção de um argumento transcendental. Ele mostra que mesmo não sabendo a verdade do mundo “como ele é em si”, estamos condicionados a pensar de certa forma.

A nova fase de Immanuel Kant

Nos 20 anos que se seguiram, quase até a sua morte em 1804, Immanuel Kant foi incessante. Ele publicou diversas outras obras muito analíticas e completas, explorando pensamentos únicos e peculiares.

A importância de suas obras é tanta que servem como sustentação e ponto de início da filosofia moderna alemã. Se inscrevem nessa linha de pensamento Johann Gottlieb Fichte, Hegel, Friedrich Wilhelm Joseph von Schelling, Arthur Schopenhauer.

Immanuel Kant morreu no dia 12 de fevereiro de 1804, na cidade em que nasceu e se manteve por toda a sua vida. Ele se encontra sepultado no cemitério Caliningrado, Oblast de Kaliningrado na Rússia.

Pensamentos e filosofia de Kant

Segundo o pensamento de Kant, a filosofia não deve ser cética nem dogmática. Isso quer dizer que ela não pode nem desacreditar da razão, nem confiar totalmente na mesma.

Por isso ele fez uma síntese entre o empirismo de Hume e o racionalismo de Descartes. Assim, ele propõe o criticismo, que é uma maneira crítica de ver condições da moral e da metafísica.

Ainda segundo ele, a inteligência, ou razão, como ele preferia chamar, é algo ativo e não apenas receptivo. No entanto, é a razão que possui estruturas para ordenas o conhecimento. Assim, eles podem se tornar inteligíveis e ter significado.

Ele ainda afirma que todo o conhecimento tem início com uma experiência. Isso quer dizer que para conhecer é preciso ter a experiência com seus fatos empíricos e a razão com seus instrumentos.

Para Kant, a casualidade não está entre os fenômenos que se pode observar. Ela está sim no entendimento que analisa tais fenômenos.

Na geometria, por exemplo, temos como saber que a soma dos cantos de um triangulo é sempre 180º. Esse é um conhecimento que não precisa de experiência, pois se forma em conhecimento baseado em demonstração.

Já o conhecimento cientifico não dá certeza. Isso porque não importa quantas vezes tenha ocorrido, nada garante que ocorrerá novamente. O sol, por exemplo, pode ter nascido diariamente até hoje, mas nada garante que isso continuará a ocorrer no futuro.

Os juízos

Segundo Immanuel Kant, o intelecto possui 12 categorias. A razão, por sua vez, possui apenas 3, que não constituem objetos, mas são reguladoras das ações. Essas 3 categorias da razão são as seguintes:

  • Ideia psicológica – a alma
  • Ideia teológica – Deus
  • Ideia cosmológica – o mundo em sua totalidade

Já um juízo é constituído da conexão de dois diferentes conceitos. Deles, um sempre cumpre a funçao de sujeito enquanto outro sempre cumpre a função de predicado. Segundo a “Crítica da Razão Pura” de Kant, veja mais são:

  • Juízos analíticos

Esses são aqueles juízos nos quais o predicado pode estar contido no sujeito. Isso quer dizer que tudo o que o predicado faz é explicitar ou explicar o sujeito. Ele se forma sempre que o predicado repete o conteúdo do sujeito.

Um exemplo é a frase “o corpo é uma substância extensa”, que são diferentes palavras para expressar a mesma ideia. Assim, não faz a ciência progredir pois seu juízo é analítico e não científico.

  • Juízo sintéticoImmanuel Kant Doutrina do direito

Ocorre quando o predicado e estrando ao conteúdo do sujeito e lhe atribuem uma razão distinta da análise do conteúdo. Um exemplo de juízo sintético é a frase “todo ser é inteligível”. Isso porque a inteligibilidade é um fato da inteligência que não é exigido necessariamente pela noção de ser.

O Juízo sintético é aquele que irá fazer com que a ciência enriqueça e avance.

  • Juízo estético

Segundo Immanuel Kant, para que se tenha uma investigação critica a respeito do belo, é preciso estar orientado pelo poder do julgamento. O poder de julgar é algo que pertence a todo sujeito, é universal e harmoniza o julgamento estético, prático e especulativo.

Principais obras

Como já foi dito, Immanuel Kant teve anos muito produtivos, desenvolvendo conteúdos realmente importantes para a filosofia moderna. No entanto, algumas obras se destacam com suas principais e mais relevantes, veja:

  • Crítica da Razão Pura (1781)
  • Ideia de uma História Universal de um Ponto de Vista Cosmopolita(1784)
  • O Que é o Esclarecimento (1784)
  • Fundamentação da Metafísica dos Costumes (1785)
  • Crítica da Razão Prática (1788)
  • Crítica do Juízo (1790)
  • Dissertação sobre a forma e os princípios do mundo sensível e inteligível (1770);

Frases de Immanuel Kant

Como não poderia ser diferente, Immanuel Kant possui diversas frases celebres. Veja algumas frases de Kant:

“Não somos ricos pelo que temos, e sim pelo que não precisamos ter.”

“O homem não é nada além daquilo que a educação faz dele.”

“A amizade é semelhante a um bom café; uma vez frio, não se aquece sem perder bastante do primeiro sabor.”

Obra Immanuel Kant

“Podemos julgar o coração de um homem pela forma como ele trata os animais.”

“A moral, propriamente dita, não é a doutrina que nos ensina como sermos felizes, mas como devemos tornar-nos dignos da felicidade.”

Seu legado hoje

O maior legado de Kant foram suas ideias e seu pensamento extremamente original que deu origem à filosofia moderna. Esse importante autor representa a perfeição do Iluminismo e seu ponto alto.

Isso porque através dele, os trados do pensamento religioso medieval são postos de lado e o homem passa a estar diante de tudo. Tudo graças a dia teoria do idealismo transcendental, que mostra que o homem cria o seu mundo.

Curiosidades

Assim como não poderia ser diferente, existe algumas curiosidades sobre Immanuel Kant e sua vida. Veja:

  • Kant apreciava literatura sátira: se por um lado ele não se interessava tanto por pintura e música, por outro era profundo admirador da poesia.
  • Atualmente, sua cidade natal é Russa: ele nasceu em Königsberg, capital da Prússia oriental, que foi fundada por cavaleiros teutônicos. No entanto, Königsberg foi conquistada pelos soviéticos em 1945 na Segunda Guerra Mundial e renomeada como Kaliningrado.
  • Foi professor livre por anos: Por quase 15 anos, Kant trabalhou como professor livre. Isso quer dizer que ele dava aula em cursos custeados pelos próprios alunos.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre Immanuel Kant, quem foi, sua história de vida, seus pensamentos, sua bibliografia e a sua importância para o mundo moderno. Aproveite essas informações!