Quem Foi Mahatma Gandhi? Principais Obras e Frases! – Biografia


Mohandas Karamchand Gandhi – conhecido apenas por Mahatma Gandhi – é considerado um dos fundadores do Estado Moderno Indiano. É uma das figuras mais notórias de toda a história da humanidade.

Quem foi Mahatma Gandhi?

Fundador do Estado Moderno Indiano, Mahatma Gandhi também ganhou destaque mundial por defender o Satyagraha. O termo significa o princípio da não agressão, ou seja, uma forma de protestar sem usar de violência.


Satyagraha, defendido por Mahatma Gandhi, pode ser entendido como “o caminho da verdade” – que inspirara gerações de ativistas anti raciais e aptos à democracia. Entre seus “seguidores” estiveram Nelson Mandela e Martin Luther King Jr. Gandhi priorizava um estilo simples de vida e de valores – derivados da crença hindu – entre eles, a não violência e a verdade.

Juventude e vida na Inglaterra

Mahatma Gandhi nasceu no dia 2 de outubro de 1869, em Porbandar na Índia. Como era tradição, casou-se apenas com 13 anos de idade, por meio de um casamento arranjando.

Decidiu se mudar para Londres (Inglaterra), onde estudou Direito. No ano de 1891, porém, voltou à Índia para dar início a sua vida profissional.

Por volta do ano de 1993, Mahatma Gandhi foi para a África do Sul – residir um uma colônia inglesa. A partir daí, começa a participar de um movimento pela paz.

Chega ao fim a 1 ª Gerra Mundial e as famílias de altas posses da Índia dão ício ao um poderoso movimento nacionalista, chegando a formarem o Partido do Congresso Nacional Indiano. Alguns dos líderes do Partido era Jawaharlal Nahru e o próprio  Mahatma Gandhi.

Mahatma Gandh

O início do movimento de independência da Índia

O movimento buscava a independência generalizada do território indiano, uma confederação baseada na democracia, a igualdade das raças, ao âmbito político e à igualdade entre as raças, classes, religiões – além da reformas sociais, econômicas e a modernização do Estado da Índia.

Mahatma Gandhi se consagrou como um dos principais personagens da luta pela independência de seu país. Para isso, não tinha limites, fazia greves de fome, atos de desobediência civil e marchas. Ainda incentivava a população a não pagar por impostos e não fazer o consumo de produtos da Inglaterra.

No ano de 1922, houve uma grande greve como protesto aos aumentos de impostos, que reuniu multidões. Gandhi, então, apontado como um dos líderes do movimento, acaba sendo detido e é condenado a 6 anos de prisão.  Mahatma Gandhi é libertado do cárcere no ano de 1924 e continua a sua luta pela  independência da Índia.

No ano de 1930, decide liberar uma marcha via marítima. Mais de milhares de pessoas aderem ao ato do líder e andam mais de 300 quilômetros – como forma de protesto dos impostos cobrados pelo sal.

Na ocasião, Indus e muçulmanos possuíam diversas rivalidades. O Estado muçulmano possui como líder  Mohammed Ali Jinnah e defendia a existência de um Estado próprio – o que retardava o processo de independência da Índia.

O início do movimento de independência da Índia – Parte 2

Com o início da Segunda Guerra Mundial, Mahatma Gandhi retorna ao objetivo de retirar imediatamente os ingleses da Índia. Já no ano de 1947, os ingleses decidem reconhecer a independência indiana – desde que se mantivessem seus interesses econômicos preservados.

Com isso, surge 2 divisões internas na Índia, a União Indiana, que era governada pelo seu 1 º ministro Nehru. E outra delas era o Paquistão, formada por uma população muçulmana. Tal separação acabou por gerar migrações violentas de hindus e muçulmanos em territórios opostos – o que resultou também em diversos e fortes conflitos.

Mahatma Gandhi aceitou a divisão do país, despertando a revolta dos nacionalistas. Cerca de 1 anos depois de conquistar a independência da Índia, Gandhi é assassinado a tiros por um hindu rebelde. Mahatma Gandhi, no momento de sua morte estava em Nova Délhi – capital da Índia. Suas cinzas foram arremessadas no Rio Ganges – um local considerado sagrado pelos hindus.

A “Marcha do Sal”

A “Marcha do Sal” teve seu início no dia 12 do mês de março 1930 e acabou apenas no dia 6 de abril.

A “Marcha do Sal” ficou conhecida também como Satyagraha. Tratou-se de um manifesto que tinha como objetivo impossibilitar a proibição das atividades de extração de sal na Índia. O Reino Unido pretendia que os indianos comprassem produtos provenientes de sal somente deles, sendo proibidos de extrair o produto de seu próprio território.

Com essa proibição, que fora adotada pelos ingleses, Mahatma Gandhi organizou uma caminhada que se iniciou no Mosteiro Sabarmati Ashram e foi até Dandi – uma aldeia pequena, em que o líder apanhou uma porção de sal, como um ato simbólico. Por isso, o líder indiano fora preso, no entanto, o movimento permaneceu até Bombaim.

Durante a “Marcha do Sal”, Mahatma Gandhi fora seguido por muito indianos, mesmo que o líder não tenha incentivado ninguém aderir ao movimento – isso inibiu as reações das autoridades inglesas.

Logo no 1 º dia do movimento, Gandhi iniciou sua caminhada de cerca de 400 quilômetros. Passou, então, a ser seguido por vários apoiadores da causa. Criou-se, então, uma espécie de caravana, que rumou por 25 dias .

Os participantes da “Marcha do Sal” paravam em pequenas cidades para descansar e se alimentar e, com isso, o movimento ganhava mais adeptos .

A “Marcha do Sal” terminou no dia 6 de abril de 1930, quando seus adeptos fizeram um ritual sagrado com um banho. Na ocasião, Mahatma Gandhi andou até a beira do mar e pegou um pouco do sal, sendo que os participantes do movimento o imitaram

Com isso, mais de 50 mil manifestantes foram presos pelo governo britânico, incluindo Mahatma Gandhi.

Mahatma Gandh na marcha do sal

Princípios e filosofias

Mahatma Gandhi seguia os princípios e a filosofia do satya e do ahimsa – que foram inspiradas por crenças hindus, jainistas e de Bhagavad Gita. Seu princípio era o da não violência (ahimsa). Tal conceito sempre fez parte dos pensamentos indianos e podem ser vistos em diversas escrituras sagradas budistas, hindus e jainistas.

Gandhi também era lactovegetariano e chegou a publicar obras sobre os hábitos do vegetarianismo. Além disso, Mahatma Gandhi deixou sua vida sexual de lado aos 36 anos de idade, embota ainda fosse casado. Essa fora uma decisão inspirara pela crença hindu do brahmacharya – ligada ao celibato a à pureza espiritual.

Principais obras de Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi produziu diversas obras durante sua trajetória de vida. Como as principais delas podemos citar:

  • A Palavra da Verdade
  • A única revolução possível é dentro de nós
  • À descoberta do amor
  • Creia Positivamente
  • Diga Não À Violência, Não Seja Covarde
  • Mergulhe em você mesmo
  • Deficiências ???
  • Meu Deus…
  • O Perdão é mais nobre que a punição
  • Não Grite, Seja Paciente
  •  Os sete pecados capitais
  • Quem deserta…
  • Se…
  • Seja Corajoso
  • Seja Crente
  • Se eu pudesse
  •  Ser responsável e crente
  • Tenha Um Valor Positivo

Pensamentos de Mahatma Gandhi

Mahatma Gandhi

Alguns dos principais pensamentos formulados por Mahatma Gandhi foram:

“Nunca perca a fé na humanidade, pois ela é como um oceano. Só porque existem algumas gotas de água suja nele, não quer dizer que ele esteja sujo por completo.”

“Nunca use violência de nenhum tipo. Nunca ameace com violência de nenhum modo. Nunca sequer tenha pensamentos violentos. Nunca discuta, porque isto ataca a opinião do outro. Nunca critique, porque isto ataca o ego do outro. E o seu sucesso está garantido.”

“Quando a alma está feliz, a prosperidade cresce, a saúde melhora, as amizades aumentam, enfim, o mundo fica de bem com você! O mundo exterior reflete o universo interior.”

“Só quando se vêem os próprios erros através de uma lente de aumento, e se faz exatamente o contrário com os outros, é que se pode chegar à justa avaliação de uns e de outros.”

“Acredito que um tal sistema educativo permitira o mais alto desenvolvimento da mente e da alma. É preciso, porém, que o trabalho manual não seja ensinado apenas mecanicamente, como se faz hoje, mas cientificamente, isto é, a criança deveria saber o porquê e o como de cada operação.”

Frases de Mahatma Gandhi

Conheça algumas frases de Mahatma Gandhi

” A sinceridade é sempre a melhor saída…”  ” Perdoar não é para fracos!”

” O sucesso não está apenas na conquista, mas em todo o percurso.”

“Um simples raciocínio para o fim da fome no mundo.”

” A autoavaliação é essencial para a verdadeira justiça”

” Você nunca mudará se não fizer algo por isso!”

Morte e últimos anos de vida

Até seus últimos dias de vida Mahatma Gandhi lutou pela independência de país. Ao aceitar o acordo proposto pelo ingleses, fora morto por um tipo disparado por um hindu rebelde. Gandhi veio, então, a falecer no dia 30 de janeiro de 1948, em Nova Délhi – Índia.

Os restos mortais de Mahatma Gandhi foram depositados em um rio considerado sagrado pelos hindus: o Rio Ganges.