Quem Foi Nicolau Copérnico? Principais Teorias e Frases – Biografia!


Nicolau Copérnico foi importante matemático e astrônomo. Polonês, Copérnico foi responsável pelo desenvolvimento da Teoria Heliocêntrica do Sistema Solar.

O matemático e astrônomo ainda foi governador, administrador, médico e presbítero da Igreja Católica.

Quem foi Nicolau Copérnico?

Como já mencionado, Nicolau Copérnico fora um notório matemático e astrônomo, além de médico e religioso. Foi que desenvolveu a Teoria Heliocêntrica – que afirmava que o Sol estava no centro do Sistema Solar.

Ainda conseguiu explicar como ocorriam as estações do ano. Também comprovou que não enxergamos as estrelas na mesma posição, estando em diferentes lugares do mundo. Além disso, fez um relato minucioso e esclarecedor dos movimentos feitos pela Terra, pelos planetas e pela Lua.


estátua de Nicolau Copérnico

Juventude e início acadêmico

Nicolau Copérnico nasceu no dia 19 de fevereiro de 1473, em Torun – na Polônia. Nasceu em uma família importante da cidade. Na época, Torun também se tratava de um centro comercial muito próspero e era filho de um rico comercialmente, magistrado e líder municipal. Copérnico tinha mais 3 irmãos, sendo ele o 4 º filho. Porém, tornou-se órfão com apenas 10 anos e acabou sendo adotado pelo seu tio, o sacerdote Lucas Waczenrode.

Com as influências religiosas do tio, se tornou bispo e decide, por um tempo, seguir a vida eclesiástica. Com 18 anos de idade, Nicolau Copérnico ingressou na “Universidade da Cracóvia”, que ficava na capital da Polônia. A capital era uma cidade recheada de cultura e riqueza.

Na universidade teve contato com estudantes vindos da Hungria, Itália, Alemanha, Suécia, Suíça, entre outras nacionalidades. O idioma adotado pela universidade era o latim. Assim, os alunos deveriam dominar a língua para ter acesso aos livros mais importantes.

Além disso, Nicolau Copérnico se dedicou ao estudo da Matemática, Astronomia, Filosofia e Geografia. Nicolau Copérnico mudou-se da “Universidade da Cracóvia” para a “Faculdade de Direito da Bolonha”, na Itália. Permaneceu, porém, com seu estudo na “Universidade de Pádua”. Estudou ainda Direito Canônico e Teologia.

No ano de 1503, Nicolau Copérnico ganha o título de Doutor em Direito, pela “Universidade de Ferrara”. Copérnico, nesse mesmo ano, retorna para a Polônia. Recebe sua ordenação como padre e o título de cônego da “Catedral de Frauenberg”.

Aos 30 anos, Nicolau Copérnico decide voltar para Pádua, com o objetivo de estudar Medicina. Retorna, no ano de 1506, para a  Polônia, a fim de cuidar de seu tio, que já estava idoso e doente. Com o falecimento do tio, retorna a se dedicar aos trabalhos de presbítero.

Teorias de Nicolau Copérnico

A Teoria do Heliocêntrico – a principal desenvolvida por Copérnico – fora publicada em sua obra “De revolutionibus orbium coelestium” (“Da revolução de esferas celestes”) – durante o ano de seu falecimento, em 1543. Porém, Nicolau Copérnico já tinha criado sua teoria há décadas.

Em sua principal Teoria, Copérnico afirmava que o planeta Terra se tratava apenas de mais um dos planetas do Sistema Solar. E que ele, assim, como os outros planetas orbitavam em torno do Sol, que era um astro fixo e rodava em torno de seu próprio eixo, durante todo o dia e noite.

Ele chegou a essa conclusão pelos estudos feitos com outros planetas. Também explicou como se formavam os equinócios, por meio da posição do eixo em que se encontrava a Terra em relação ao Sol. Ainda esclareceu como de dava as diferentes estações do que, que ocorriam devido ao eixo de rotação da Terra.

Outras teorias desenvolvidas por Copérnico concluíam que :

  • Os astros se movimentam de forma uniforme, circulares e em uma mesma união de círculos (os epiciclos).
  • O sol é o praticamente o centro do Universo.
  • Próximo ao sol, se localizam os planetas, na seguinte ordem: Mercúrio, Vênus, Terra, Lua, Marte, Júpiter e Saturno
  • A Terra apresentam 3 movimentos distintos: volta anual, inclinação anual sobre seu eixo e rotação diária.
  • O movimentação retrógrada de planetas pode ser explicado pelo movimento da própria Terra.
  • A distância entre as estrelas e a Terra é maior do que a distância da Terra do Sol.

Principais obras de Nicolau Copérnico

As principais obras de Nicolay Copérnico, que foram usadas para descobertas posteriores de cientistas, como Johannes Kepler e e Galileu Galilei:

  • Commentariolus:  onde já é abordada a ideia sobre o heliocentrismo
  • “De revolutionibus orbium coelestium” (“Das revoluções das esferas celestes): obra publicada no ano da morte , em 1543. A publicação apresenta, explica e defende a Teoria do Heliocentrismo, revelando que o Sol seria o centro do Universo e não a Terra. E que os planetas, assim como o nosso, orbitavam em torno do astro. Além disso, os planetas mais próximos ao Sol se dispunham na seguinte ordem: Mercúrio, Vénus, Terra, Lua, Marte, Júpiter e Saturno.

Principais frases

estátua de Nicolau Copérnico

“A ciência é filha da verdade e não da autoridade.”

“A sabedoria da natureza é tal que não produz nada de supérfluo ou inútil.”

“Não estou tão encantado com minhas próprias opiniões para ignorar o que os outros possam pensar delas.”

“Saber que sabemos o que sabemos, e saber que não sabemos o que não sabemos, esta é a verdadeira sabedoria.”

Acusado de Heresia

Nas épocas mais antigas, quase todas as descobertas científicas não eram vistas com aprovação pela Igreja Católica. Diversos cientistas, por exemplo, acabaram por terem de renegar ou esconder seus descobrimentos para evitar conflitos com a Igreja.

O mesmo aconteceu com Nicolau Copérnico. O cientista provocou uma revolução com conclusão que a Terra girava ao redor do Sol. A Igreja não gostou da Teoria e de acordo com alguns a Terra seria plana, não se movimentava e o Sol é que girava em torno dela.

Nicolau Copérnico foi acusado por heresia pela Igreja Católica, mesmo sendo também presbítero.

Morte de Nicolau Copérnico e últimos anos de vida

Nicolau Copérnico produziu um quadro geral retratando o Universo, com o sol no seu centro e os planetas orbitando em torno dele. Esclareceu ainda como aconteciam as diferentes estações do ano. Apresentou importantes informações sobre os planetas, o Sol e a Terra. Tais informações eram precisas e permitiam a elaboração de um Calendário Gregoriano.

No ano de 1543, porém, já bem debilitado, Nicolau Copérnico recebeu o primeiro exemplar de seu livro  “Revoluções” com essas revelações. Ele veio a falecer na Polônia. Morreu no dia 24 de maio de 1543.