Zumbi dos Palmares – Quem Foi? Biografia, Maiores Feitos e Polêmicas


Zumbi dos Palmares foi uma importante figura da história brasileira. Ele ganhou admiração e respeito da nação quilombola por suas habilidades como guerrilheiro. Isso sem falar na sua habilidade de liderança, coragem e estratégias militares.

Então, para saber um pouco mais sobre essa importante figura, continue lendo e descubra tudo o que você precisa sobre ele. Vamos lá?!

Quem foi Zumbi dos Palmares?

Zumbi dos palmares foi um dos maiores líderes do conhecido Quilombo dos Palmares. Ele foi o líder com maior relevância na história. Seu tio era Ganga Zumba, que era filho da princesa Aqualtune dos Jagas, um povo que possuía tradições militares e eram ótimos guerreiros.

Biografia resumida de Zumbi dos Palmares

Zumbi dos Palmares nasceu por volta de 1655 no Quilombo dos Palmares, na Capitania de Pernambuco localizada na região da Serra da Barriga. Atualmente, o local é União dos Palmares e fica no Alagoas.


Zumbi dos Palmares, ainda jovem, foi aprisionado por uma expedição chamada Brás da Rocha Cardoso. Ele foi entregue para o Padre Antônio Melo quando tinha cerca de 6 anos. Assim, ele foi batizado, recebendo o nome de Francisco e passando a receber uma educação polida.

Com isso, Zumbi dos Palmares aprendeu o português e também latim. Isso sem falar que foi catequizado para o batismo na fé católica.Desenho do rosto de Zumbi dos Palmares

Seu progresso podia ser visto pois quando tinha apenas 10 anos já era fluente em latim e português. No entanto, quando tinha cerca de 15 anos de idade, ele fugiu e voltou para o seu quilombo,

Somente alguns anos depois, Zumbi dos Palmares ganhou visibilidade por ter defendido o seu quilombo do ataque de tropas portuguesas. Embora a batalha tenha sido sangrenta, ele demostrou a habilidade de guerreiro jaga que possuía.

Com apenas 25 anos de idade ele desafiou o seu tio e em 1680, substituiu o mesmo tornando-se líder dos Palmares. De acordo com alguns estudiosos, Ganga Zumba foi assassinado.

Zumbi dos Palmares tinha uma postura de enfrentamento frente o governo colonial. Dessa forma, o governo decidiu contratar o serviço dos bandeirantes.

No ano de 1964, foi liderado um ataque que viria a destruir a “Cerca do Macaco”, que era a capital dos Palmares. O local foi completamente destruído e zumbi dos Palmares foi ferido, mas conseguiu fugir.

Maiores Feitos

Primeiramente, Zumbi dos Palmares incitou uma guerra civil no seu quilombo. Com isso, conseguiu derrotar seu tio, Ganga Zumba, e assumir o posto de líder. Lá ficou famoso e criou uma série de leis próprias, sendo que umas foram consideradas bastante rígidas.

No ano de 1630, a população do Quilombo possuía apenas cerca de 3 mil pessoas. No entanto, ela cresceu e chegou a contar com mais de 20 mil refugiados no ano de 1678.

Como já foi dito, o quilombo de Zumbi dos Palmares sofreu um ataque realizado pelos bandeirantes em acordo com o governo. Ele contava com um exército de cerca de 2 mil homens armados com espingardas, arcos e flechas.

Esse confronto durou cerca de 22 dias. Houve muita resistência, sendo considerada uma batalha muito consistente graças às estratégias militares de Zumbi.

Polêmicas sobre sua vida

Existem diversos autores que suscitam a ideia de que Zumbi dos Palmares não foi esse herói que se fala. Conta-se que os escravos que se negavam a fugir e ir para o Quilombo eram capturados e convertidos em cativos. Por isso afirmam que a batalha de Zumbi não era contra a escravidão desumana e sim contra a escravidão própria.

No livro “Cidadania no Brasil” de José Murilo Carvalho, essa ideia é reforçada. Segundo ele, os Quilombos mantinham relações com a sociedade escravagista. Nos quilombos mesmo haviam escravos.

Outra grande polêmica é a morte de Ganga Zumba, tio de Zumbi dos Palmares. Segundo alguns estudiosos, o tio teria disso assassinado por envenenamento para que Zumbi pudesse assumir o comando do Quilombo.

Segundo os registros, no entanto, o seu governo tinha o despotismo como característica. Isso porque quanto um escravo fugia, negros eram enviados para captura-lo. Se isso acontecesse, o que fugiu seroa executado pela “severa justiça” no quilombo.

Morte de Zumbi dos Palmares e seu legado

Estátua de Zumbi dos Palmares
Estátua de Zumbi dos Palmares localizada em Salvador, Bahia.

No dia 20 de novembro do ano de 1695, Zumbi dos Palmares foi delatado por um de seus homens de confiança. O nome dele era Antônio Soares.

Zumbi foi morto pelo Capitão Furtado de Mendonça quando caiu em uma armadilha. Na época, ele tinha cerca de 40 anos de idade.

A cabeça de Zumbi dos Palmares foi arrancada, salgada e levada Recife com o pênis na boca. Lá ficou exposta em praça pública. Isso para extinguir o mito da imortalidade do Zumbi dos Palmares que corria na época.

O fato e que Zumbi foi um grande líder da história e um importante símbolo de resistência e luta contra escravidão. Ele brigou também pela liberdade religiosa, de culto e prática da cultura africana no Brasil Colonial.

Com isso, 20 de novembro, dia de sua morte, é lembrado atualmente e comemorado como Dia da Consciência Negra em todo território nacional.

Curiosidades

Como não poderia ser diferente, a vida, história e mito de Zumbi dos Palmares é cercada de curiosidades. Veja alguns:

  • O capitão Furtado de Mendonça recebeu o premio de 50 mil réis de D. Pedro II por ter derrotado Zumbi dos Palmares
  • O primeiro registro histórico de Zumbi só ocorreu em 1673, quando ganhou notoriedade pela luta contra os portugueses.
  • Em 1988 Zumbi dos Palmares foi o enredo da escola de samba Vila Isabel. Com isso, conquistou a vitória.
  • Atualmente, a importância de Zumbi dos Palmares é tão grande que seu nome batiza o Aeroporto Internacional de Maceió, em Alagoas e ainda uma Faculdade.

Pronto, agora você já sabe um pouco mais sobre Zumbi dos Palmares, sua biográfica, conquistas, feitos históricos e como marcou a história. Aproveite essas informações!